20/01/2021

Após denúncia de cliente cristão, atriz pornô é demitida de restaurante


 Aos 33 anos, Lonna Wells foi demitida de um restaurante da rede Taco Bell, no Arkansas, nos Estados Unidos. O anúncio ocorreu após um cliente denunciá-la para os gerentes do estabelecimento, alegando que a mulher fazia filmes pornográficos. De acordo com o jornal Daily Beast, o homem, autoproclamado “um cristão temente”, não se sentia à vontade sendo atendido por uma atriz pornô. 


Na sequência, Lonna precisou deixar o emprego. “Eles nem mesmo me deram um aviso ou esperaram eu chegar lá para dizer algo. Eu comecei a chorar muito. Eu não sei se é porque eu estava brava, ou chateada, ou um pouco das duas coisas”, desabafou. De fato, Lonna trabalha com produção de material adulto. Ela já gravou vídeos para o PornHub e chegou a ser indicada a dois prêmios do AVN, o equivalente a um Oscar do Pornô.


Porém, devido à crise gerada pela pandemia de coronavírus, Lonna decidiu procurar um emprego — e conseguiu uma vaga no Taco Bell. Segundo a americana, seus superiores sabiam do outro trabalho dela e não se importaram. “Eu fui muito aberta e disse: ‘Isso é o que eu faço como um emprego e tenho feito isso desde 2017, isso vai causar problemas?’; e o gerente disse: ‘Não, o que você faz em seu tempo livro é problema seu'”, contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário