11/12/2020

Eclipse solar total virá acompanhado de cometa e chuva de meteoros em dezembro


 O último mês de 2020 reserva aos astrônomos e observadores alguns eventos celestes dos mais interessantes, como o eclipse solar total que ocorrerá no dia 14. Só que o eclipse não virá sozinho — a ocultação do Sol pela Lua fará com que o dia escureça, oferecendo a alguns sortudos a oportunidade de ver, ao mesmo tempo, o cometa Erasmus e meteoros da chuva Geminídeas.


Esses sortudos serão os habitantes de determinadas cidades do Chile e da Argentina. É que apenas nessas regiões do globo o eclipse solar será total, proporcionando as condições adequadas para uma boa visualização de objetos com luminosidade mais fraca. Se o céu estiver limpo em cidades como Temuco e Villarrica, no Chile, os observadores poderão contemplar um espetáculo e tanto. Aqui no Brasil, o eclipse solar será parcial, apenas.


Sobre o cometa Erasmus


Embora o eclipse dure algumas horas, o momento em que o Sol ficará totalmente coberto pela Lua vai ser de apenas 2 minutos, aproximadamente. Isso dará pouco tempo para os observadores registraram o fenômeno, mas o suficiente para os que estiverem bem preparados, então é provável que vejamos algumas boas imagens nas redes sociais após a data. Mas, infelizmente, a pandemia da COVID-19 impossibilita a locomoção de muitos observadores e astrofotógrafos acostumados a viajar para ver os eclipses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário