24/09/2020

Operação da PF mira exploração ilegal de diamantes em terra indígena em RO


 A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) a Operação Crassa contra exploração ilegal de diamantes na Terra Indígena Cinta Larga e na Reserva Roosevelt em Rondônia. No total são cumpridos 53 mandados de busca e apreensão no interior de Rondônia, São Paulo, Roraima, Paraná, Piauí, Mato Grosso, Minas Gerais e Distrito Federal.


As pedras preciosas, segundo a PF, são retiradas ilegalmente e passam por avaliação de intermediário até serem vendidas em joalherias, principalmente em São Paulo e no exterior, em países como França, Itália e Suíça. O esquema, segundo a investigação que começou em 2018, movimenta cerca de US$ 20 milhões por mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário