11/08/2020

Não há previsão para retorno das aulas na Paraíba, diz secretário

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse nesta segunda-feira (10), que ainda não há previsão de retorno das aulas presenciais, seja na rede pública ou privada. “Esse segmento é o que mais preocupa, porque levará para aproximação, para o toque de aproximadamente 600 mil pessoas, a grande maioria estudantes”. As informações são da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda, em seu blog.

Sobre o aumento no número de óbitos ainda crescente por Covid-19 no estado, que já registrou 2 mil mortes, Geraldo Medeiros, entende que a população não pode ficar num tempo interminável de quarentena. “Há a necessidade de uma flexibilização responsável, gradual e lenta”.

Porém, ele faz um apelo. Para Geraldo Medeiros, é preciso que as pessoas entendam que 75% dessas mortes ocorreram com pessoas acima de 60 anos, com doenças associadas. “Essa população não pode estar nas ruas. Elas têm uma maior vulnerabilidade e têm que ficar em casa”, disse o secretário. Essa atitude, de estar nas ruas com aglomerações, o vírus não perdoa, aumenta o número de casos e, consequentemente, o de mortes.

Caso venha a ter uma segunda onda da doença, o gestor afirmou que o Estado está preparado. “É um dos poucos estados onde não houve colapso hospitalar”. Hoje, a ocupação de leitos chega a 46%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário