03/08/2020

Mais cinco novelas entram no catálogo da Globoplay

Mais cinco novelas estarão disponíveis no catálogo da Globoplay a partir de agosto e setembro como parte da iniciativa da plataforma de resgatar clássicos da teledramaturgia brasileira. São elas: “Torre de Babel” (1999), “Fera Radical” (1988), “A Indomada” (1997), “Laços de Família” (2000) e “Meu Bem, Meu Mal” (1990).“

“Torre de Babel” é a primeira a estrear, já nesta segunda (3). A história começa na Grande São Paulo, no final da década de 1970. O ex-perito em fogos de artifícios José Clementino (Tony Ramos) arranja emprego como pedreiro na construção de um suntuoso shopping center, uma das muitas obras realizadas pela construtora do engenheiro César Toledo (Tarcísio Meira).

No dia 17 de agosto, é a vez de “Fera Radical”. A trama gira em torno de Cláudia (Malu Mader), que deixa o Rio de Janeiro e retorna à pequena cidade de Rio Novo disposta a se vingar do extermínio de sua família, ocorrido 15 anos antes. A jovem consegue trabalho como analista de sistemas na Fazenda Olho d’Água, cujos proprietários são os suspeitos do assassinato de seus pais e irmãos.

A estreia de “A Indomada” fecha o mês, no dia 31. A história se passa na fictícia Greenville. Apesar da decadência local, alguns moradores não perdem a pose, como os Mendonça e Albuquerque, donos da Usina Monguaba. Eles jamais permitiriam o envolvimento de uma nobre da família com um homem qualquer. Na década de 1970, Eulália de Mendonça e Albuquerque (Adriana Esteves) se apaixona por Zé Leandro (Carlos Alberto Riccelli), cortador de cana da usina de sua família.

No dia 14 de setembro, “Laços de Família” também estará disponível. A trama de Manoel Carlos também será exibida no Vale a Pena Ver de Novo, mas ainda não foi divulgada a data em que a história vai estrear nas tardes da Globo.

Já no dia 28 de setembro, chega “Meu Bem, Meu Mal”. Traições em família, negociatas e disputas de poder costuram a trama. O fio condutor é a história do presidente da Venturini Designers, Dom Lázaro Venturini (Lima Duarte). Ele sofre por ter de conviver com Ricardo Miranda (José Mayer), fruto da traição de sua falecida mulher, Maria Helena, com seu melhor amigo.

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário