15/07/2020

Bairros nobres do Rio e SP recebem a tecnologia 5G em meio à polêmica com a Huawei

A operadora de telefonia Claro lançou a conexão 5G nesta semana em áreas mais ricas de São Paulo e Rio de Janeiro, dando uma amostra dessa tecnologia que será oferecida para a rede brasileira em 2021, e que gera um intenso debate no exterior.

A Claro, do grupo America Movil, controlada pelo bilionário mexicano Carlos Slim, usou a tecnologia 5G DSS (compartilhamento de espectro dinâmico) da companhia sueca Ericsson para oferecer a seus clientes uma “experiência 5G” usando a rede 4G existente.

Paulo César Teixeira, um dos gerentes da Claro no Brasil, disse à Agência AFP que essa conexão é até 12 vezes mais rápida que a 4G. Ainda segundo ele, o 5G será ainda mais poderoso quando sua própria rede estiver em serviço no país.

No momento, esse serviço está disponível apenas nas áreas da avenida Paulista e Jardins, em São Paulo, e no bairro de Ipanema, no Rio, e acessível apenas a usuários com dispositivos autorizados a usar essa tecnologia.

Teixeira justificou essa escolha de distritos chiques do eixo Rio-SP por uma “maior densidade de tráfego” de dados. A operação deve se estender a outros nove distritos das duas cidades nas próximas semanas.

Em setembro, será a vez da operadora italiana Tim colocar o 5G em serviço com o DSS em três cidades dos estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário