03/01/2020

Paraíba começa 2020 com um açude sangrando e 33 em situação crítica, diz Aesa

Um levantamento feito com base nos últimos volumes registrados em açudes localizados na Paraíba mostra que o estado começou o ano de 2020 com um açude sangrando e outros 33 em situação crítica, com menos de 5% da capacidade total. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), responsável pelo monitoramento de 134 reservatórios.
Ainda conforme os volumes extraídos do site da instituição na quinta-feira (2), o único manancial paraibano que está sangrando é o São José II, localizado em Monteiro, no Cariri do estado. O reservatório possui capacidade para 1.311.540 m³ de água e conta com 1.311.540 m³.
Outros 47 mananciais estão em observação, com menos de 20% do volume total. Outros 53 estão com volume maior que 20% da capacidade total.