10/12/2019

Baixa na vazão das águas da Transposição preocupa AESA

As águas da transposição do São Francisco passaram pela tomada de fundo do açude de Poções, em Monteiro, e está seguindo para o açude de Camalaú, na cidade de mesmo nome. A informação é do presidente da Agência de Gestão das Águas da Paraíba, Porfírio Loureiro, durante entrevista à Rádio Campina FM.
Apesar da boa notícia, uma outra não agrada muito à população que é abastecida pelo açude Epitácio Pessoa. É que a vazão da água que está chegando à Paraíba diminuiu e a previsão de deságue no Boqueirão, que era em janeiro, se estendeu.
– A parte que cabe à Aesa e ao governo do Estado é a gestão da água quando ela chega pelo portal de Monteiro e, neste sentido, estamos dentro do previsto. Porém, a vazão, que começou de 4 metros cúbicos por segundo, está hoje com 1,29 metro cúbico por segundo, muito aquém do que era esperado. Com essa vazão, o prazo vai se estender e a água só deve chegar a Boqueirão em meados de fevereiro. Esperamos que o volume aumente em janeiro se houver chuvas no Cariri. Dependendo do período chuvoso, o novo prazo pode se antecipar – disse.