16/10/2019

Picãozinho segue intacto e não foi atingido por óleo, diz Semam

A área dos corais de Picãozinho, no Litoral de João Pessoa, está intacta e não foi atingida pelo óleo que alcançou mais de 160 pontos do litoral em todos os estados do Nordeste. A constatação parte de uma fiscalização feita nesta quarta-feira (16) pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam) de João Pessoa, junto com Marinha do Brasil – Capitania dos Portos da Paraíba, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), além das secretarias de Meio Ambiente das cidades de Cabedelo e Conde, da região metropolitana.
Picãozinho é uma formação de corais que fica a cerca de 1,5 mil metros da orla de Tambaú, em João Pessoa. Na maré baixa, o recife é visitado por turistas, que aproveitam a água transparente para fazer mergulhos rasos e ver de perto uma ampla diversidade de flora e fauna marinhas.