10/06/2019

Igreja Universal é processada sob a acusação de forçar pastores a fazer vasectomia

A Igreja Universal do Reino de Deus responde a processos de ex-pastores que afirmam ter sido forçados ou pressionados a fazer vasectomia para permanecer ou ascender na instituição, informa na edição deste domingo o jornal Folha de São Paulo.
Segundo eles, não ter filhos implicaria mais facilidade de mudar para templos em outras cidades.
Em um dos casos, a Justiça fixou pagamento de R$ 115 mil por danos morais a um ex-membro.
Um dos pastores que entraram com ação judicial declara ter saído porque era humilhado. “Chegaram a marcar reuniões com minha filha e dizer que o pai não crescia na igreja por causa dela.”
A Universal nega as acusações e afirma que tem obtido vitória na maioria das causas trabalhistas movidas pelos religiosos – as condenações mais recentes são tratadas como exceções, ainda conforme o jornal.
fonte: folha