21/11/2018

MPF e MPPB afirmam que volume de água que está saindo de Porções para Camalaú é muito pouco

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Paraíba, através do seu comitê gestor para a crise hídrica, fiscalizaram nesta terça-feira (20) as obras da transposição do rio São Francisco nos açudes de Poções e Camalaú. O perito do MPF, engenheiro civil Marcelo Franca e o procurador de Justiça do MP Estadual Álvaro Gadelha constataram que a obra ainda não foi concluída na sua inteireza e a água da transposição chega até Poções. No entanto, por falta de bombeamento na estação elevatória EBV6, paralisada há, pelo menos, 15 dias, não há vazão suficiente para que a água chegue até Camalaú.
Após a vistoria, o MP Estadual entrou em contato com o ministro da Integração Nacional, Antonio de Pádua, que informou ao Ministério Público que o bombeamento da EBV6 será retomado amanhã (21).
Segundo observaram os integrantes da equipe de fiscalização, o volume de água que sai de Poções é extremamente pequeno e, muito provavelmente, deve se perder no caminho, por infiltração, antes de chegar a Camalaú. “Se continuar um volume de água tão pequeno, dificilmente essa água chegará em Camalaú”, afirmou Marcelo Franca.

  ©Flaviano Torres - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo