18/08/2018

Prefeitura de Monteiro recebe equipamento e oferece novos tipos de exames laboratoriais


A Prefeitura de Monteiro recebeu na tarde desta quarta-feira, 15, mais um novo equipamento que possibilita a oferta de novos tipos de exames para os pacientes do município, em especial, as gestantes.
O novo equipamento já está instalado e em uso no Laboratório Municipal Priscila Nunes de Farias Leite e é chamado ELISA. O mesmo realiza testes de Toxoplasmose IGG e IGM, Citomegalovírus IGG e IGM e Rubéola IGG e IGM priorizando as gestantes.

Para Bruna Ferreira, coordenadora do laboratório municipal, esta é mais uma aquisição que vai beneficiar muito a população Monteirenses. “Os exames de sorologia que já estão sendo feitos aqui e com isso vai poupar um enorme tempo, já que os mesmos eram enviados para outra  cidade. Nossa prefeita Anna Lorena e juntamente com as secretárias de saúde, Paula e Viviane estão sempre pensando  no melhor e realizando um trabalho que com certeza favorece os munícipes fazendo de Monteiro uma cidade cada vez melhor”.

Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii. É uma doença que costuma passar despercebida em pessoas sadias, mas é grave em pacientes imunossuprimidos e nas grávidas.
A toxoplasmose adquirida durante a gestação pode levar a problemas no feto, porém quando adquirida fora da gestação é uma doença geralmente passageira, benigna e não costuma deixar sequelas.
Citomegalovírus
O citomegalovírus, conhecido também pela sigla CMV, é um vírus da família do Herpes, extremamente comum, capaz de provocar uma infecção chamada citomegalovirose. Apesar de ser um vírus altamente contagioso e com altíssimas taxas de infecção entre a população, o fato é que a maioria das pessoas nem sequer desconfia que já foi contaminada com o citomegalovírus. Isto ocorre porque a citomegalovirose é uma infecção muito branda, praticamente assintomática, na maioria das pessoas que possuem um sistema imunológico saudável.

Se nos indivíduos saudáveis o CMV é praticamente inofensivo, o mesmo não pode ser dito para pacientes imunossuprimidos ou mulheres grávidas. A infecção pelo CMV durante a gravidez não costuma causar sintomas na mãe, mas é muito perigosa para o feto, pois está associada a um maior risco de má-formações congênitas ou grave infecção nos primeiros meses de vida.
Rubéola

A rubéola é uma infecção de origem viral que costuma provocar quadros brandos, com poucos ou nenhum sintoma na maior parte dos pacientes. Ela é uma doença benigna na imensa maioria dos casos, sendo menos perigosa do que a gripe, por exemplo.

A rubéola, porém, possui uma particularidade que a torna uma importante preocupação de saúde pública: ela é extremamente perigosa para o feto quando adquirida pela mãe durante gravidez, principalmente nos três primeiros meses de gestação. Por este motivo, a sorologia para rubéola, exame utilizado para fazer o diagnóstico desta virose, deve sempre fazer parte dos exames solicitados durante o pré-natal.

TV Flaviano Torres

Enquetes

O que você acha do governo de Anna Lorena?
Ótimo
Médio
Razoável
Péssimo
Ruim
Votar
resultado parcial...

Mural de recados

  ©Flaviano Torres - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo